Imagem capa - Uma bike, uma câmera e um lugar para explorar. por Marcos Paulo Kahali

Uma bike, uma câmera e um lugar para explorar.

Olá queridos!

Quando eu cheguei em Amsterdam, a primeira coisa que chamou minha atenção foi a quantidade de pessoas pedalando. É impressionante a quantidade de bicicletas que circulam pelas ruas. Para quem já visitou a cidade, sabe que elas são um importante meio de transporte por aqui.

E é claro que eu fiquei doido por uma bike também. Foram duas semanas procurando, pesquisando preço e o estado da magrela. Inicialmente eu queria uma que tivesse freio na mão (para quem não sabe, é extremamente comum bicicletas apenas com o  freio no pedal por aqui). Segundo eles, isto da maior liberdade para falar no telefone celular ou fazer qualquer outra coisa enquanto pedala... enfim, cada um na sua né?!




Confesso que acabei me rendendo e pegando uma bicicleta apenas com o freio no pedal. No começo foi só fiasco, mas depois que você pega a manha, fica fácil. 

E assim começaram as aventuras por aqui. Hoje eu vou contar para vocês como foi meu passeio até o Vale do Moinhos - Zaanse Schans.





Zaanse Schans é um bairro na cidade holandesa de Zaandam, perto de Amsterdam (cerca de 20km). Moinhos de vento históricos e lindas e típicas casas de madeira verde foram realocados para recriar a aparência de uma vila do século 18/19. Se você quer conhecer um pouco de história e se sentir como um típico Holandês, calce seus tamancos de madeira e siga seu caminho até este lugar charmoso.





Como eu queria aproveitar o passeio para ver a paisagem, sentir o vento no rosto e aproveitar minha nova companheira de viagem, fiz todo o caminho de magrela. É bem tranquilo pois todo o caminho é preparado para bicicletas, e é sinalizado com placas indicativas. Sim, eu fiz o caminho mais longo de bike pois queria passar nas vilas de Landsmeer e Oostzaan. São aqueles lugares que dão vontade de comprar uma casa e morar.











Mas você também pode:

1. optar por ir de carro, 

2. pegar o ônibus 391 da Conexxion (ônibus vermelho). Ele sai de meia em meia hora da plataforma C de ônibus da Centraal Station, e dura 45 minutos até lá.

3. ou pegar um trem na Amsterdam Centraal Station e descer em Zaandijk Zaanse Schans, andar alguns metros e chegar na vila.





O lugar é um verdadeiro museu a céu aberto. Lá você poderá conhecer a importância dos moinhos para a economia da Holanda, ver como eles funcionam, provar queijos e até ver como um tamanco holandês é feito. Mas preste muita atenção nos horários de funcionamento. Eu me empolguei tanto em fotografar o lugar, que na volta a maioria das casinhas (museus) já estavam fechadas.











É um bom passeio para ir com toda a família, sem ter horário para voltar. E para quem adora fotografia como eu, certamente não vai ver o tempo passar.

Para quem está planejando a lua de mel ou comemorar o aniversário de casamento, Amsterdam e suas atrações são um ótimo destino para sua viagem.


Você gostou deste conteúdo? Comente abaixo o que achou.


Quer ter um profissional que se importa com você e seu evento?